Tumor de Adrenal

Encontre aqui as respostas para suas dúvidas em Urologia.

Ou marque uma consulta e poderemos lhe explicar o que precisas saber.

Tumor de Adrenal

O que são e para que servem as adrenais?

As adrenais ou supra renais são glândulas localizadas acima dos rins. Têm tamanho de cerca de 5 cm e são divididas em duas partes: externa ou cortical e interna ou medular. Têm importante função na produção de hormônios como: adrenalina, noradrenalina, cortisol, aldosterona e hormônios sexuais.

O que significa um nódulo de adrenal?

O nódulo de adrenal e encontrado em cerca de 4% dos exames de imagem abdominal realizados por qualquer motivo. Na grande maioria das vezes trata-se de lesão benigna.

O nódulo de adrenal precisa ser investigado?

Frente ao diagnóstico de exame nódulo na adrenal, duas perguntas devem ser respondidas:

  • Esse nódulo produz algum hormônio (é funcionante?)
  • Esse nódulo é maligno?

Para responder essas perguntas deve-se realizar uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética de abdome e também uma investigação detalhada com exames laboratoriais.

Um nódulo benigno é preocupante?

Todo nódulo adrenal de característica benigna deve ser avaliado hormonalmente através de exames laboratoriais. A maior parte dos nódulos adrenais benignos não são funcionantes (cerca de 70%).  Os nódulos adrenais funcionantes produzem uma quantidade exagerada de hormônio, e podem gerar algumas síndromes clínicas:

  • Síndrome de Cushing – nódulo produtor de cortisol
  • Feocromocitoma- nódulo produtor de adrenalina/noradrenalina
  • Hiperaldosteronoma (síndrome de Conn) – nódulo produtor de aldosterona.

O que é síndrome de Cushing produzida por nódulo adrenal?

É caracterizada por aumento de cortisol na circulação. O que pode gerar manifestações como: obesidade central, hipertensão, diabetes, estrias violáceas no abdome e coxas, fácies de lua cheia e acne.

O que é hiperaldosteronismo ou síndrome de Conn causada por nódulo adrenal?

É caracterizado por excesso de aldosterona na circulação.  Esse hormônio em excesso leva a retenção de água e sódio e excreção de potássio pelos rins. As manifestações clinicas são hipertensão de moderada a severa, hipocalemia (potássio baixo no exame de sangue), hipernatremia (sódio alto no exame de sangue).

O que é Feocromocitoma produzida por nódulo adrenal?

Feocromocitoma ocorre devido excesso de adrenalina/noradrenalina na corrente sanguínea. As manifestações são hipertensão de difícil controle, taquicardia, cefaleia, sudorese intensa. Os sintomas podem aparecer em ataques de curta duração várias vezes ao dia.

O que é carcinoma adrenal?

Carcinoma adrenal é uma neoplasia rara e de alta agressividade que origina-se no córtex da adrenal. Sua incidência é de 1 a 2 casos por 1.000.000 de pessoas por ano.  Esse tumor pode produzir hormônio, ou seja, ser funcionante ou não. Geralmente apresenta-se por grande tumoração de adrenal com invasão de órgãos vizinhos e as vezes com metástases.

Quais são as indicações de remover um nódulo ou tumor de adrenal?

Quando há suspeita de ser maligno ou quando é funcionante.

Como e feita a cirurgia para tumor de adrenal?

O melhor acesso para cirurgia de adrenal é por laparoscopia (opera-se por vídeo através de pequenos orifícios). Esse método tem a vantagem de ser minimamente invasivo, o que promove menor dor pós operatória, menor tempo de internação, menor necessidade do uso de analgésicos, retorno mais rápidos as atividades laborais e corriqueiras além de ser esteticamente mais aceitável. A cirurgia aberta (realizada por um corte no abdome) é reservada para tumores benignos muito grandes e para tumores malignos com suspeita de invasão de órgãos vizinhos.

Nos casos de nódulos sem indicação de cirurgia necessita-se fazer algum acompanhamento?

Os nódulos benignos e não funcionantes devem ser acompanhados anualmente através de exame de imagem e avaliação laboratorial.

Marque agora sua consulta

Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input

Contatos

Unidade Advance

(61) 98625-8802

(61) 3345-4200

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

Sábado: 8:00 às 12:00

Unidade Santa Lúcia

(61) 3346-7612

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

*Não atendemos aos sábados nesta unidade


Pesquisar

Valores

Missão

“Oferecer serviços na área de urologia com excelência e manter um atendimento humanizado”.

Histórico

Em meados de 1980, a totalidade de médicos urologistas na Capital Federal mal ultrapassava a casa dos trinta profissionais, cujas atividades se desenvolviam predominantemente no serviço público. O Hospital de Base do Distrito Federal era a unidade hospitalar onde se concentrava a maior parte destes e que tinha por escopo prestar assistência médica urológica a população de Brasília e entorno e de fomentar a formação de novos profissionais.

A prestação de serviços no setor complementar privado, em sua maior parte, era fragmentada ou mesmo praticada de forma individualista e quase sempre orbitando em torno da força do setor público.

Testemunhando o crescimento e desenvolvimento de Brasília, em 1986, quatro profissionais oriundos do Hospital de Base juntaram esforços com o núcleo do Hospital Santa Luzia, constituindo o UROCENTRO – Centro Urológico de Brasília, com sede no Hospital Santa Luzia.

O grupo inspirou-se na missão de oferecer serviços médicos na especialidade de urologia à uma clientela que, por razões diversas, demandava atendimento no setor privado, talvez por ser mais ágil e eclético.

A equipe então nascente, tinha por valores: qualidade dos serviços prestados, responsabilidade, inovação, observância dos preceitos éticos da medicina, humanização dos serviços oferecidos, atualização contínua do conhecimento da especialidade, disponibilização de novos instrumentais e tecnologias à comunidade assistida e interação com especialidades correlatas.

Em 1989, com pequenas alterações no grupo original, o UROCENTRO mesclou-se com o núcleo do Hospital Santa Lúcia e se consolidou como o primeiro grupo de especialistas em urologia de Brasília. Essa fusão levou o UROCENTRO a fortalecer suas propostas originais e a servir de modelo para a formação de outros grupos, fortalecendo o desenvolvimento da nossa especialidade em todo o DF.

Em 1992, o UROCENTRO adquiria a sua sede própria no Centro Clínico Sul, expondo-se à maior visibilidade junto ao seu público alvo e expandindo suas atividades.

No início da década de 2010, agregaram-se dois novos profissionais ao seu quadro médico, por um lado dando mais dinamismo às suas atividades e por outro promovendo a renovação dos seus quadros.

Em maio de 2011, visando dar novo fôlego a clínica e fomentar a renovação de seu quadro funcional, o grupo promoveu o desligamento de alguns profissionais, incorporou novos jovens profissionais e também estendeu um braço de atendimento no Hospital Santa Lúcia. Atualmente a clínica conta com dez urologistas.

No bojo dessas transformações, sempre visando o avanço do UROCENTRO, transferimos a sede da clínica para um novo e amplo espaço, com arquitetura contemporânea, localizada no Edifício Advance, Quadra 915 Sul e mantivemos o braço funcional no Hospital Santa Lúcia.