Image
Image

A Cistite Intersticial, também conhecida como síndrome da bexiga dolorosa, é uma doença crônica capaz de provocar na pessoa desde desconfortos até dores severas, que afetam a sua qualidade de vida, podendo ser impeditivo para a realização de diversas atividades cotidianas. Apesar de muitas vezes possuir fortes sintomas, a Cistite Intersticial não possui relação com outros problemas graves para a saúde.

A cistectomia é a cirurgia através da qual é retirada unicamente a bexiga ou bexiga e próstata. Neste último caso ela é denominada cistoprostatectomia radical. As cirurgias deste tipo são realizadas quando ocorre a detecção de um tumor invasivo de bexiga. Atrelada à retirada do órgão, está a confecção de uma nova bexiga ou reservatório que tenha como objetivo alojar a urina. Normalmente, utiliza-se uma porção do intestino delgado para esse fim. Neste reservatório, confeccionado com a parte do intestino delgado, são reimplantados os ureteres que trazem a urina dos rins.

O câncer de bexiga consiste numa alteração das células do urotélio, uma camada que recobre a parte interna da bexiga. As células alteradas tornam-se malignas e passam a se proliferar de forma rápida, formando tumores que invadem o órgão. O principal fator de risco para o câncer de bexiga é o uso do cigarro, aumentando sua possibilidade em três vezes. Pessoas que se expõem a produtos químicos ou que tenham inflamações crônicas na bexiga têm também maior propensão a desenvolver o câncer de bexiga.

O câncer costuma assustar qualquer pessoa, e um dos tipos de câncer que afeta muitas pessoas é o câncer de bexiga. Esta doença, que tipicamente afeta mais aos homens,  se inicia nas células que revestem a parte interna da bexiga.

Causa do câncer na bexiga

Os médicos ainda não sabem explicar o porquê do surgimento da doença, mas assim como outros tipos de câncer, o de bexiga também está muito relacionado ao estilo de vida. O tabagismo e a exposição a substâncias químicas podem aumentar as chances do desenvolvimento desta doença.

A cirurgia de bexiga é realizada em inúmeras ocasiões e é considerada um tratamento eficaz para o câncer. O câncer de bexiga afeta homens e mulheres das mais diversas idades, contudo a incidência maior ocorre em pessoas do sexo masculino de idade avançada. Além deste fator de risco, os fumantes, pessoas que tenham padecido de outras tipos de câncer e caucasianos são sérios candidatos a sofrer com esta doença. Dependendo do estágio do câncer de bexiga, a cirurgia de bexiga é considerada uma alternativa viável e extremamente importante para a extirpação do problema.

Como é realizada a cirurgia de bexiga?

A cirurgia de bexiga é realizada em inúmeras ocasiões, no entanto, ela é considerada um tratamento fundamental para o câncer. O câncer de bexiga afeta homens e mulheres das mais diversas idades, contudo a incidência maior ocorre em pessoas do sexo masculino de idade avançada. Além deste fator de risco, os fumantes, pessoas que tenham padecido de outras tipos de câncer e caucasianos são sérios candidatos a sofrer com esta doença. Independente do estágio do câncer de bexiga, a cirurgia é considerada uma alternativa viável e de extrema importância.

Marque agora sua consulta

Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Processando...

Contatos

Unidade Advance

(61) 98625-8802

(61) 3345-4200

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

Sábado: 8:00 às 12:00

Unidade Santa Lúcia

(61) 3346-7612

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

*Não atendemos aos sábados nesta unidade


Pesquisar

Valores

Missão

“Oferecer serviços na área de urologia com excelência e manter um atendimento humanizado”.

Histórico

Em meados de 1980, a totalidade de médicos urologistas na Capital Federal mal ultrapassava a casa dos trinta profissionais, cujas atividades se desenvolviam predominantemente no serviço público. O Hospital de Base do Distrito Federal era a unidade hospitalar onde se concentrava a maior parte destes e que tinha por escopo prestar assistência médica urológica a população de Brasília e entorno e de fomentar a formação de novos profissionais.

A prestação de serviços no setor complementar privado, em sua maior parte, era fragmentada ou mesmo praticada de forma individualista e quase sempre orbitando em torno da força do setor público.

Testemunhando o crescimento e desenvolvimento de Brasília, em 1986, quatro profissionais oriundos do Hospital de Base juntaram esforços com o núcleo do Hospital Santa Luzia, constituindo o UROCENTRO – Centro Urológico de Brasília, com sede no Hospital Santa Luzia.

O grupo inspirou-se na missão de oferecer serviços médicos na especialidade de urologia à uma clientela que, por razões diversas, demandava atendimento no setor privado, talvez por ser mais ágil e eclético.

A equipe então nascente, tinha por valores: qualidade dos serviços prestados, responsabilidade, inovação, observância dos preceitos éticos da medicina, humanização dos serviços oferecidos, atualização contínua do conhecimento da especialidade, disponibilização de novos instrumentais e tecnologias à comunidade assistida e interação com especialidades correlatas.

Em 1989, com pequenas alterações no grupo original, o UROCENTRO mesclou-se com o núcleo do Hospital Santa Lúcia e se consolidou como o primeiro grupo de especialistas em urologia de Brasília. Essa fusão levou o UROCENTRO a fortalecer suas propostas originais e a servir de modelo para a formação de outros grupos, fortalecendo o desenvolvimento da nossa especialidade em todo o DF.

Em 1992, o UROCENTRO adquiria a sua sede própria no Centro Clínico Sul, expondo-se à maior visibilidade junto ao seu público alvo e expandindo suas atividades.

No início da década de 2010, agregaram-se dois novos profissionais ao seu quadro médico, por um lado dando mais dinamismo às suas atividades e por outro promovendo a renovação dos seus quadros.

Em maio de 2011, visando dar novo fôlego a clínica e fomentar a renovação de seu quadro funcional, o grupo promoveu o desligamento de alguns profissionais, incorporou novos jovens profissionais e também estendeu um braço de atendimento no Hospital Santa Lúcia. Atualmente a clínica conta com dez urologistas.

No bojo dessas transformações, sempre visando o avanço do UROCENTRO, transferimos a sede da clínica para um novo e amplo espaço, com arquitetura contemporânea, localizada no Edifício Advance, Quadra 915 Sul e mantivemos o braço funcional no Hospital Santa Lúcia.