Image
Image

É possível evitar o câncer de próstata com uma Alimentação Saudável?

O Câncer de Próstata é o segundo tipo de câncer mais incidente entre os homens. Por isso, sua prevenção deve ser uma preocupação primordial. Além da prevenção, outra medida importante é garantir o diagnóstico precoce uma vez que, quanto mais inicial for o estágio do tumor, menos agressivo ele é, e maiores são as chances de cura. Um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de próstata é a idade. Quanto mais avançada, maiores são as chances. Não por menos, em homens acima de 50 anos, o câncer de próstata é o tipo mais frequente. Homens acima de 45 anos, portanto, devem ir ao urologista ao menos uma vez por ano para fazer os exames preventivos. Além da idade, existem outros fatores que podem aumentam a possibilidade de um câncer de próstata, como histórico familiar da doença, infecções recorrentes na próstata, tabagismo, álcool, estilo de vida sedentário e, é claro, uma má alimentação. Para se prevenir contra o câncer de próstata, o homem deve realizar exames periódicos de checagem e ter um estilo de vida saudável.

A Alimentação pode evitar o câncer de próstata?

O câncer de próstata é uma doença de causas multifatoriais, muitas delas não podem ser controladas diretamente, apenas inspecionadas, como é o caso das propensões genéticas. Alguns estudos realizados por pesquisadores da área não encontraram relação direta entre a alimentação e a prevenção  do câncer de próstata, inclusive em alimentos dos quais se esperava certa proteção contra a doença, como o licopeno do tomate, o selênio e a vitamina E das verduras e da castanha-do-pará*. Portanto, não se pode afirmar que a alimentação possa evitar o câncer de próstata. Por outro lado, é comprovado que a obesidade, sedentarismo e o consumo de determinadas substâncias, como o tabaco e o álcool, aumentam a probabilidade de se desenvolver um tumor na próstata. Logo, hábitos saudáveis de vida e alimentação podem ajudar a prevenir a doença, especialmente em pessoas em grupos de risco.

Como a alimentação pode ajudar a prevenir o câncer de próstata?

Como dito acima, a alimentação saudável ajuda a prevenir várias doenças, mesmo que nenhum estudo consiga fazer esta associação direta com o câncer de próstata. Deve-se evitar o uso do tabaco, a ingestão de álcool, gorduras saturadas em excesso e investir no consumo de frutas e legumes, ricos em minerais e antioxidantes que combatem a proliferação de células defeituosas. Outro fator importante para a prevenção da doença é a prática de exercícios físicos regulares, especialmente para homens com idade superior a 40 anos.

Marque agora sua consulta

Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Imprensa

Contatos

Unidade Advance

(61) 98625-8802

(61) 3345-4200

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

Sábado: 8:00 às 12:00

Unidade Santa Lúcia

(61) 3346-7612

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

*Não atendemos aos sábados nesta unidade


Pesquisar

Valores

Missão

“Oferecer serviços na área de urologia com excelência e manter um atendimento humanizado”.

Histórico

Em meados de 1980, a totalidade de médicos urologistas na Capital Federal mal ultrapassava a casa dos trinta profissionais, cujas atividades se desenvolviam predominantemente no serviço público. O Hospital de Base do Distrito Federal era a unidade hospitalar onde se concentrava a maior parte destes e que tinha por escopo prestar assistência médica urológica a população de Brasília e entorno e de fomentar a formação de novos profissionais.

A prestação de serviços no setor complementar privado, em sua maior parte, era fragmentada ou mesmo praticada de forma individualista e quase sempre orbitando em torno da força do setor público.

Testemunhando o crescimento e desenvolvimento de Brasília, em 1986, quatro profissionais oriundos do Hospital de Base juntaram esforços com o núcleo do Hospital Santa Luzia, constituindo o UROCENTRO – Centro Urológico de Brasília, com sede no Hospital Santa Luzia.

O grupo inspirou-se na missão de oferecer serviços médicos na especialidade de urologia à uma clientela que, por razões diversas, demandava atendimento no setor privado, talvez por ser mais ágil e eclético.

A equipe então nascente, tinha por valores: qualidade dos serviços prestados, responsabilidade, inovação, observância dos preceitos éticos da medicina, humanização dos serviços oferecidos, atualização contínua do conhecimento da especialidade, disponibilização de novos instrumentais e tecnologias à comunidade assistida e interação com especialidades correlatas.

Em 1989, com pequenas alterações no grupo original, o UROCENTRO mesclou-se com o núcleo do Hospital Santa Lúcia e se consolidou como o primeiro grupo de especialistas em urologia de Brasília. Essa fusão levou o UROCENTRO a fortalecer suas propostas originais e a servir de modelo para a formação de outros grupos, fortalecendo o desenvolvimento da nossa especialidade em todo o DF.

Em 1992, o UROCENTRO adquiria a sua sede própria no Centro Clínico Sul, expondo-se à maior visibilidade junto ao seu público alvo e expandindo suas atividades.

No início da década de 2010, agregaram-se dois novos profissionais ao seu quadro médico, por um lado dando mais dinamismo às suas atividades e por outro promovendo a renovação dos seus quadros.

Em maio de 2011, visando dar novo fôlego a clínica e fomentar a renovação de seu quadro funcional, o grupo promoveu o desligamento de alguns profissionais, incorporou novos jovens profissionais e também estendeu um braço de atendimento no Hospital Santa Lúcia. Atualmente a clínica conta com dez urologistas.

No bojo dessas transformações, sempre visando o avanço do UROCENTRO, transferimos a sede da clínica para um novo e amplo espaço, com arquitetura contemporânea, localizada no Edifício Advance, Quadra 915 Sul e mantivemos o braço funcional no Hospital Santa Lúcia.