Image
Image

Conheça as doenças urológicas mais comuns nas mulheres


Muitas pessoas ainda acreditam que o urologista é um médico que cuida apenas da saúde dos homens, mas isso é um engano. Várias doenças, muitas delas comuns às mulheres, como a infecção urinária, por exemplo, podem e devem ser tratadas por esse especialista. Ele é responsável por zelar pela saúde e pelo bom funcionamento do aparelho urinário de adultos, homens, mulheres, crianças ou idosos.

Qualquer problema envolvendo os rins, os ureteres, a bexiga e a uretra pode ser tratado pelo urologista. Perda urinária, dor ou incômodo ao urinar, presença de sangue na urina ou dor nos rins são sinais de alerta de que é hora de a mulher procurar ajuda desse especialista. Essa visita é importante para que o médico possa fazer uma avaliação criteriosa do que pode estar acontecendo e detectar precocemente problemas potencialmente mais sérios, como o câncer de bexiga ou dos rins.

As doenças urológicas mais comuns nas mulheres e que podem ser tratadas pelo urologista são:

- Infecções urinárias: causadas por bactérias, têm como principais sintomas a ardência para urinar, vontade de urinar várias vezes durante o dia, sangramento urinário, urina com odor e cor fortes e dor pélvica;

- Incontinência urinária: é a perda involuntária de urina. Isso normalmente ocorre quando a pessoa espirra, tosse ou faz algum esforço físico. Mas ela também pode estar associada a uma vontade muito forte de urinar que faz com a pessoa não consiga “segurar” a urina até chegar ao banheiro;

- Câncer de bexiga: é um dos tipos de câncer mais comuns do trato urinário e o 19º mais frequente entre as mulheres, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Sangue na urina, dor ao urinar e vontade frequente de ir ao banheiro são os sintomas mais comuns da doença. Nesse caso, o acompanhamento com um urologista é fundamental;

- Câncer de rim: os rins são órgãos localizados na parte posterior do abdômen, próximo à coluna, que têm como principal função “filtrar” o sangue e limpá-lo de “impurezas”. Em geral, tumores localizados e pequenos raramente causam sintomas e a maioria deles é diagnosticado através de um exame de imagem (ultrassom ou tomografia computadorizada), solicitado por outro motivo. Os principais sintomas da doença são: sangramento na urina (hematúria), dor lombar ou abdominal e presença de massa palpável no abdômen.

Assista o vídeo e saiba mais: Clique aqui

Marque agora sua consulta

Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Processando...

** Ao preencher o formulário acima os seus dados pessoais estão protegidos e de uso único e exclusivo do Urocentro Brasília.

Contatos

Unidade Advance

SGAS 915, Centro Clínico Advance - Unidade I - Sala 356 - Asa Sul, Brasília

(61) 98625-8802

(61) 3345-4200

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

Sábado: 8:00 às 12:00

Unidade Santa Lúcia

SHLS Quadra 716, Conj. C - Térreo - Sala 24 - Setor Hospitalar Sul, Brasília

(61) 3346-7612

Segunda à Sexta-Feira: 8:00 às 21:00

*Não atendemos aos sábados nesta unidade


Pesquisar

Valores

Missão

“Oferecer serviços na área de urologia com excelência e manter um atendimento humanizado”.

Histórico

Em meados de 1980, a totalidade de médicos urologistas na Capital Federal mal ultrapassava a casa dos trinta profissionais, cujas atividades se desenvolviam predominantemente no serviço público. O Hospital de Base do Distrito Federal era a unidade hospitalar onde se concentrava a maior parte destes e que tinha por escopo prestar assistência médica urológica a população de Brasília e entorno e de fomentar a formação de novos profissionais.

A prestação de serviços no setor complementar privado, em sua maior parte, era fragmentada ou mesmo praticada de forma individualista e quase sempre orbitando em torno da força do setor público.

Testemunhando o crescimento e desenvolvimento de Brasília, em 1986, quatro profissionais oriundos do Hospital de Base juntaram esforços com o núcleo do Hospital Santa Luzia, constituindo o UROCENTRO – Centro Urológico de Brasília, com sede no Hospital Santa Luzia.

O grupo inspirou-se na missão de oferecer serviços médicos na especialidade de urologia à uma clientela que, por razões diversas, demandava atendimento no setor privado, talvez por ser mais ágil e eclético.

A equipe então nascente, tinha por valores: qualidade dos serviços prestados, responsabilidade, inovação, observância dos preceitos éticos da medicina, humanização dos serviços oferecidos, atualização contínua do conhecimento da especialidade, disponibilização de novos instrumentais e tecnologias à comunidade assistida e interação com especialidades correlatas.

Em 1989, com pequenas alterações no grupo original, o UROCENTRO mesclou-se com o núcleo do Hospital Santa Lúcia e se consolidou como o primeiro grupo de especialistas em urologia de Brasília. Essa fusão levou o UROCENTRO a fortalecer suas propostas originais e a servir de modelo para a formação de outros grupos, fortalecendo o desenvolvimento da nossa especialidade em todo o DF.

Em 1992, o UROCENTRO adquiria a sua sede própria no Centro Clínico Sul, expondo-se à maior visibilidade junto ao seu público alvo e expandindo suas atividades.

No início da década de 2010, agregaram-se dois novos profissionais ao seu quadro médico, por um lado dando mais dinamismo às suas atividades e por outro promovendo a renovação dos seus quadros.

Em maio de 2011, visando dar novo fôlego a clínica e fomentar a renovação de seu quadro funcional, o grupo promoveu o desligamento de alguns profissionais, incorporou novos jovens profissionais e também estendeu um braço de atendimento no Hospital Santa Lúcia. Atualmente a clínica conta com dez urologistas.

No bojo dessas transformações, sempre visando o avanço do UROCENTRO, transferimos a sede da clínica para um novo e amplo espaço, com arquitetura contemporânea, localizada no Edifício Advance, Quadra 915 Sul e mantivemos o braço funcional no Hospital Santa Lúcia.